top of page

Poda de árvores: como e quando fazer

Atualizado: 7 de nov. de 2023

A poda de árvores serve como uma forma de cuidar da planta e garantir seu desenvolvimento saudável. Mas se você não fizer isso do jeito certo pode piorar ainda mais a saúde da árvore.


Dessa forma, ter em mente algumas dicas, tanto de botânica como de segurança, são essenciais. Continue lendo e você vai ter dicas essenciais para a poda de árvores.


O que é a poda?



A poda é utilizada, de modo geral, para dois objetivos: controlar o tamanho das árvores e ajudar na floração, e no caso de árvores frutíferas, ajudar na frutificação. Entretanto, como dito na introdução, é preciso saber se é o momento certo e também como fazer.


Além disso, é preciso ter em mente que existem diferentes tipos de plantas e dependendo do objetivo algumas escolhas são melhores do que outras. Dessa forma, estamos falando de um processo que exige que um estudo seja feito para entender o “funcionamento” de cada planta.


Além disso, dependendo do tamanho das árvores e do local, é preciso ter cuidados extras com a segurança. Afinal, muitas vezes será preciso subir até alturas consideráveis para fazer a poda. Sobre a segurança, faremos um tópico exclusivo sobre o tema.


A poda de modo geral envolve cortar ramos e/ou galhos das plantas. Mas o ponto aqui vai além de apenas cortadas. Ao podar, a estrutura da planta é modificada, alterando o seu desenvolvimento, que pode ser positivo ou negativo para ela e seus frutos (se for o caso).


Dessa maneira, a poda de árvores é considerada uma técnica de manejo que pode ser aplicada de diferentes formas, para diferentes finalidades e objetivos.

É muito usada no meio rural para ajudar no desenvolvimento de plantas e de frutos. Já no meio urbano, de modo geral, além da saúde da planta, a poda é usada para conduzir/controlar o crescimento adequado para a planta e para o local, bem como melhorar a parte estética, removendo galhos e ramos defeituosos.


Seja qual for o objetivo da poda, é preciso realizá-la da melhor maneira possível, assim você garante uma planta mais saudável e bonita. E como falamos de diferentes tipos de plantas e objetivos, no próximo tópico, vamos listar dicas específicas para diferentes casos.

Dicas de poda de árvores

Veja abaixo ótimas dicas de como realizar a poda. Confira!


Mês de fevereiro


De acordo com paisagistas, árvores do tipo trepadeira, arbusto de crescimento rápido e roseiras, tem uma resposta melhor quando a sua poda ocorre no mês de fevereiro, já no meio/fim do verão.


As respostas das plantas costumam ser melhores nessa época do ano, aumentando o surgimento de novos brotos saudáveis, deixam as plantas mais fortes e aumentam a floração.


A poda deve ocorrer retirando os ramos/galhos mais enfraquecidos, os secos e os danificados. Desse modo, os ramos “errantes” darão lugar a novos brotos belos e fortes que vão trazer mais vida para a planta.


Antes do período da floração

Em se tratando de árvores frutíferas, a poda de árvores deve ser feita antes da floração. De modo geral, esses cortes são realizados antes do início da primavera, já bem próximo da estação.

Esse é o momento certo de fazer a poda para garantir que as árvores geram mais frutos. Fazer a poda em outros momentos poderá atrapalhar no desenvolvimento das árvores e dos frutos.


Além disso, você nunca deve realizar a poda quando as árvores estiverem na floração, isso além de atrapalhar o desenvolvimento dos frutos, também será prejudicial para a planta.


Ao fazer a poda logo antes da floração, aumenta as chances de que as espécies floresçam mais e se desenvolvam de forma saudável.


Pragas


Pequenos buracos em plantas tendem a demonstrar que insetos e bichos estão se alimentando da árvore. Nesse caso, vale a pena encontrar meios para afastá-los, caso seja esse o intuito.


Já as folhas apresentarem cera e/ou líquidos brancos demonstra que a árvores conta com algum tipo de parasita, como o caso da cochonilha. Se esse for o caso, podar as folhas afetadas tende a resolver o problema.

O foco aqui deve ser identificar e podar esses pontos antes que acabe afetando a árvore inteira.


Verifique se é legalmente correto fazer a poda


A poda de árvores precisa levar em conta que alguns tipos de árvores não podem ser cortados sem uma liberação prévia da prefeitura. De modo geral, esse controle visa proteger certas espécies.


Entretanto, nesses casos também leva-se em conta detalhes como: tamanho da árvore, local que ela está, entre outros pontos que o corte pode trazer riscos. Além disso, ao realizar a poda ou corte sem a autorização, o proprietário do terreno/local poderá ter que pagar uma bela multa e responder judicialmente por crime ambiental.

Dessa forma, se tiver em dúvida verifique com os órgãos competentes a viabilidade de fazer o corte/poda. Dessa maneira, você garante que o corte não vai trazer malefícios nem para o local e nem para o seu bolso.


Galhos quebrados/doentes


Galhos quebrados ou doentes além de tirar força da árvore, também atrapalham a entrada de ar e luz na copa. Para fazer o corte, você pode cortar ou logo acima de um nó do galho, que nascerá novamente, ou dependendo do caso, fazer o corte completo do galho. Para isso basta fazer o corte rente ao caule.


É importante entender que a árvore é um organismo vivo. Com isso é preciso ter alguns cuidados ao fazer um corte parcial ou completo de um galho/ramo. E assim como em uma cirurgia, é recomendado esterilizar o instrumento de corte.


O processo pode ser feito limpando a lâmina com o álcool, e em casos onde tenha apenas a lâmina e não um motor com combustível, esquentar a lâmina para eliminar as bactérias. Nesse último caso, é preciso esperar a lâmina esfriar para fazer a poda de árvores. Assim garantindo que a planta não fique “doente”.

Dicas de segurança para poda de árvores


Além dos detalhes de cada tipo de planta, outros detalhes são fundamentais, e um dos detalhes mais importantes da poda de árvores, é justamente a segurança. Para te ajudar a entender, vamos separar a segurança em alguns tópicos. Confira!


Importante: essas dicas são para plantas de grande porte onde seu corte traga riscos para quem está cortando e para o local.

Dicas de segurança para quem faz o corte


Primeiramente é preciso analisar como a poda será feita. Dessa forma, é preciso entender como e com o que fará o corte, se será com um serrote, motosserra, entre outros.


Além disso, é preciso verificar a segurança para fazer o corte, para que ao cortar a pessoa não caia e nem os galhos a acertem. Com isso em mente, antes de realizar a poda de árvores de grande porte, é preciso verificar se você tem o conhecimento para realizar esse corte com segurança.


Inclusive, existem cursos,como por exemplo o treinamento NR 35, para trabalho em altura, que ensinam diretrizes de conduta e segurança para realizar o trabalho nesse tipo de cenário. É considerado trabalho em altura, todo trabalho que a pessoa fique a mais de 2 metros do chão, o que se encaixa para muitos cenários de poda de árvores.

Além disso, existem cursos e treinamentos específicos para lidar com determinadas árvores e plantas, e realizar a poda da forma mais correta possível.


Por isso, para sua segurança e qualidade do trabalho busque os dois tipos de treinamentos. E só faça você mesmo se tiver tudo o que é preciso.


Dessa forma, na maioria das vezes não será você que fará o corte, seja por segurança ou pelo conhecimento necessário. Nesse cenário, você terá que contratar uma empresa ou um profissional para realizar a poda.


Dessa maneira, se for esse o caso, o mesmo deve ser aplicado, você deverá cobrar que apresentem os certificados de trabalho em altura (se for acima de 2 metros), bem como, validações que eles sabem fazer a poda correta. Além disso, observe se contam com EPIs e ferramentas corretas para fazer o corte e garantir a segurança de quem está cortando.

Dicas de segurança para o local


Assim como a segurança de quem está cortando, é preciso verificar todo o entorno na árvore. E isso inclui: casas próximas, a própria casa do terreno, outras plantas, entradas, saídas, entre outros.

Nesse momento, é necessário falar com os órgãos responsáveis, principalmente se for um galho muito grande, que realmente possa comprometer o local.


Por isso, é preciso mapear o local com o máximo de informações. Dessa maneira, será possível cortar e direcionar os galhos da forma correta, não correndo riscos desnecessários.


Assim é possível aplicar tudo que falaremos ao longo do texto e garantir a poda de árvores de uma maneira positiva que só vai melhorar a planta e o ambiente.

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page